Centro de Cirurgia Odontológica

Orientações

OUTRAS CIRURGIAS :: Tracionamento Dental

Tracionamento Dental

Procedimentos Cirúrgico-Ortodônticos

Os dentes são responsáveis pelo desenvolvimento harmonioso dos maxilares e músculos, garantindo às pessoas uma mastigação eficiente e boa aparência. Eles surgem na infância entre os seis meses e os três anos de idade, quando são denominados de dentição temporária, “de leite” ou decídua. Essa dentição é composta por 20 dentes, 10 em cada maxilar, e é substituída gradualmente pela dentição permanente, entre os seis e onze anos, período denominado de dentição mista. O adulto tem geralmente 32 dentes, 16 em cada maxilar. Uma minoria da população apresenta um número de dentes maior (supranumerários) ou menor (agenesia).
________________________________________________________________
CLIQUE AQUI e veja Trabalho apresentado em Congresso pelo Professor Vinícius.

Alguns dentes podem ficar retidos dentro do osso e não aparecer (erupcionar) na boca no período correto. A retenção dentária tem causas variadas, podendo ser devido à presença de dentes supranumerários, mau posicionamento do dente (germe dental), falta de espaço na arcada dentária, por processos patológicos como cistos e tumores, ou mesmo devido à perda precoce dos dentes “de leite” (decíduos).



Muitas sugestões de tratamento são encontradas na literatura e incluem métodos para guiar ou movimentar os dentes retidos para uma posição em oclusão. Existem situações nas quais o elemento dental retido apresenta-se em posição favorável para erupção e com sua raiz ainda em fase de desenvolvimento (rizogênese incompleta), só não se concretizando pela presença de algum obstáculo mecânico. Nesses casos, apenas a remoção desta barreira e a manutenção do espaço na boca para a erupção passiva desse dente, sem auxílio da ortodontia, podem proporcionar excelentes resultados aos nossos Clientes.




















O procedimento cirúrgico-ortodôntico para recuperação de dentes retidos através do tracionamento dental constitui uma técnica conservadora que deve ser considerada no diagnóstico e planejamento do tratamento das maloclusões. O tracionamento está indicado para dentes que estão mal posicionados dentro do osso e/ou que apresentem sua raiz desenvolvida (rizogênese completa). O estágio de desenvolvimento da raiz do dente e sua precisa localização devem ser definidos através de exames clínicos, radiográficos e tomográficos.

















Após criterioso planejamento feito entre o cirurgião e o ortodontista, avaliando os riscos e benefícios, a cirurgia poderá ser agendada para o momento mais oportuno. A técnica cirúrgica visa remover obstáculos mecânicos que estejam no trajeto de erupção do dente, expor a coroa dental dentro do osso e adaptar nela um dispositivo ortodôntico ligado a um fio de aço. Esse fio fica exposto na boca através da gengiva e preso ao aparelho ortodôntico, sem incomodar o Cliente.
























O tracionamento pode ser realizado com uma diversidade de aparelhos móveis e fixos. A força de tracionamento deve ser suave, ou seja, não ultrapassando 60 gramas, e pode ser produzida por molas ou elásticos. Quando a coroa do dente estiver exposta na cavidade bucal, após período aproximado de seis meses a um ano de tração, substitui-se o dispositivo adaptado pelo cirurgião na cirurgia por um bráquete (peça do aparelho ortodôntico), com o objetivo de posicionar corretamente o dente na arcada dentária.
Este tratamento conservador possibilita uma erupção dental bastante satisfatória, proporcionando bons resultados com a intenção de gerar saúde bucal, função mastigatória adequada e devolver a estética aos nossos Clientes.




________________________________________________________________
PROF. DR. VINÍCIUS CANAVARROS PALMA
Doutor, Mestre e Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial
Professor de Graduação e Pós-Graduação em Cirurgia e Implantodontia

CONSULTAS: (65) 3623-3009 / 3321-8730

e-box - Sitevip InternetSitevip Internet