Centro de Cirurgia Odontológica

Orientações

EXTRAÇÕES DENTAIS :: Extrações Dentes Supranumerários

Extrações Dentes Supranumerários

A espécie humana apresenta um número constante de dentes nas arcadas, tanto na dentição decídua (“de leite”) quanto na permanente. Os dentes formados em excesso, ou seja, os que excedem os 20 elementos decíduos (de leite) ou os 32 elementos permanentes normais são chamados de supranumerários ou extranumerários. Eles podem ser únicos ou múltiplos, uni ou bilaterais, e surgir na maxila ou na mandíbula. Grande parte dos dentes supranumerários desenvolve-se durante as duas primeiras décadas de vida. A incidência de supranumerários na população em geral varia entre 1% e 3%.

A origem dos dentes supranumerários é ainda desconhecida. Há muitas teorias a respeito do seu desenvolvimento, porém, o aparecimento deles ainda não recebeu uma explicação definitiva, devido à dificuldade de se obter material embriológico suficiente.





O diagnóstico de um dente supranumerário é simples, pois ele pode ser detectado através de exame clínico de rotina, quando estiver posicionado na boca, ou por meio de radiografias e tomografias, quando o dente permanecer retido dentro do osso.

O tratamento deve ser uma avaliação individual de cada caso. Quando não estiver interferindo na cronologia normal de erupção dos demais dentes, deve-se optar por uma abordagem mais conservadora. Nestes casos, a remoção do supranumerário pode ser adiada até a completa erupção e formação dos dentes permanentes vizinhos e a criança alcançar uma idade que facilite a compreensão e o tratamento cirúrgico.





Quando constatada a presença de um supranumerário, quer irrompido (na boca), quer retido (dentro do osso), e que esteja interferindo no estabelecimento normal da oclusão, este deve ser extraído, desde que não prejudique o desenvolvimento dos dentes vizinhos. Tal tratamento deve ser realizado precocemente, favorecendo um melhor resultado.



A extração do dente supranumerário, associada ou não a outras formas de tratamento, é proposta em 90% dos casos. Alguns fatores irão determinar quando extrair o dente supranumerário. Um fator é a idade do paciente e a capacidade de tolerância a um tratamento cirúrgico. Outro fator é o estágio de desenvolvimento dental e a proximidade do supranumerário aos dentes permanentes, considerando o risco de trauma cirúrgico.

As conseqüências podem ser danosas se o diagnóstico não for precoce. Dentre os problemas causados podemos citar as maloclusões, a perda de vitalidade do dente vizinho, a reabsorção de raízes dentais, apinhamento e a formação de cistos com destruição óssea.



A presença de dentes supranumerários pode trazer alguns efeitos deletérios às pessoas. Assim, julga-se de fundamental importância reconhecer a presença desses dentes, preferencialmente num estágio precoce, através da anamnese, exame clínico detalhado e avaliação radiográfica, para que o planejamento do caso seja realizado e se determine a melhor forma de tratamento.



________________________________________________________________
PROF. DR. VINÍCIUS CANAVARROS PALMA
Doutor, Mestre e Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial
Professor de Graduação e Pós-Graduação em Cirurgia e Implantodontia

CONSULTAS: (65) 3623-3009 / 3321-8730

e-box - Sitevip InternetSitevip Internet